Dicas para pintar as unhas SEM BORRAR | Voudeblush

Comment

Unha

Pra quem gosta de manter as unhas sempre bem feitas e não quer ir ao salão, anota essa super dica de como pitas as unhas sem borrar. Pra mim a maior dificuldade pra unha ficar bonita é mesmo a hora de pitar. Apesar de não achar que pinto mal demais, eu sempre borro e tirar os borrões é sempre um problema. Até que descobri essa dica no canal da Ale Barbosa e resolvi trazer ela aqui pra vocês. Essa dica de como pintar as unhas sem borrar serve para quem tira e para quem não retira a cutícula, para pessoas que tem alergia a acetona e para quem tem agonia de empurrar a cutícula.

Vocês sabem que eu retiro a cutícula mas como dá pra ver no video ela ja estava bem grandinha. Eu não empurrei mas se você quiser empurrar com uma espátula não tem problema e pode facilitar na hora de pintar as unhas. Hoje eu apenas hidratei a mina cutícula e usei o azeite. Alias, é o azeite a grande estrela dessa dica. Com ele você pinta as unhas sem borrar. Como ensinei no video, você deve usar o azeite na parte de fora das unhas, bem nos cantinhos mais difíceis. Assim quando o esmalte pegar nessa parte ele não vai fixar e você vai conseguir usar apenas um pauzinho de laranjeira para retirar o excesso que caiu.

No final de tudo nem usei acetona para tirar os cantinhos do esmalte porque não foi necessário. A Acetona faz mal pra saúde e sempre qu você puder evitar, é o melhor a se fazer. Achei que as unhas ficaram bem pintadinhas e sem gastar praticamente nada. Fora ser incrível para ajudar na hora de pintar as unhas, o azeite ainda é um ótimo hidratante para as cutículas. Ele é maravilhoso e com um tempo vai deixar um efeito incrível. Essa foi a dica de hoje e eu espero muito que vocês tenham gostado. Não esqueçam de clicar no gostei no vídeo, de compartilhar ele no facebook e de se inscrever no canal caso ainda não sejam inscritos. Fiquem com Deus e até o próximo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code